terça-feira, 17 de junho de 2014

Yuri Mamute


9 comentários:

Anônimo disse...

Yuri Mamute em 2007: "Aos 16 anos, a maior promessa do Grêmio brilha nas categorias de base."

Yuri Mamute em 2009, "Com 16 anos, o garotinho Mamute é uma das maiores esperanças do futuro gremista.

Yuri Mamute em 2011, "Com 16 anos, Mamute surpreende pelo porte físico, e deverá receber as primeiras chances de brilhar no time principal."

Yuri Mamute em 2013, "O jovem atacante de 16 anos deverá estourar nessa temporada."

Yuri Mamute em 2014, "A revelação de 16 anos Mamute é emprestado ao Vasco, onde deverá fazer história antes de brilhar pelo Tricolor."

Anônimo disse...

Yuri Mamute em 2080, "O veterano de 16 anos Mamute se apresenta pelos veteranos no interior do Estado!

Anônimo disse...

Joga muito. Veloz, forte, raçudo, bom arremate e vai pra cima da zaga adversária. Pode jogar tanto na ponta quanto centralizado. Em 2015 mostrou um bom futebol no Grêmio e na Seleção Sub-20. Em seleções de base, aliás, já tinha sido convocado antes e apresentado qualidade. Tem um ótimo futuro pela frente. Gosto muito do seu futebol porque mistura força e velocidade aliado à raça, como disse acima. Para ele não tem bola perdida. Desejo muitas felicidades em sua carreira e espero que nos dê muitas alegrias.

Diogo Machado disse...

Kkkkk kkkkk

Diogo Machado disse...

Kkkkk kkkkk

Anônimo disse...

Uma das grandes promessas da base do Grêmio. Desde a adolescência era assediado e tinha seus feitos nas seleções de base cantado em prosa e verso.

Nos profissionais teve poucas chances.

Irritou a direção em 2012 por apresentar-se com 95 quilos, 11 acima dos 84 tidos como ideais.

Virou moeda de troca, repassado a diversos clubes menores.

Anônimo disse...

eterna promessa, igual aquele jogador italiano chamado Cassano, e tantos outros por aí

Job disse...

Não joga absolutamente nada. Desleixado com a carreira e forma física.

Anônimo disse...

Nunca jogou nada e sempre tava gordo que nem o Walter. Tá no campeonato do Cazaquistão, num time lá chamado Aktobe. Se fosse aceitável como profissional estaria, no mínimo, na Ucrânia ou Rússia.