quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Leandro

23 comentários:

Anônimo disse...

Macaco mercenario FDP

Anônimo disse...

Fazia festa com colorida e sugava 300 mil por mes do Gremio... deve ter jogado umas 10 partidas e nao fez nenhum gol...

FDP

Anônimo disse...

esse cara deve ter sido um dos maiores namoros de pré-temporada...o legitimo namoro que quando virou casamento,embagulhou e não jogou nada!!!

Anônimo disse...

PESSIMO!

Anônimo disse...

E MAU CARATER!

Anônimo disse...

Foi tarde...

Anônimo disse...

29/11/2010 | 22h17min
Antigo sonho gremista, Leandro se torna pesadelo no Olímpico

Clube lutou quase meio ano para contar com o atleta nesta temporada


A trajetória de Leandro no Grêmio não é marcada, até o momento, pelo futebol. Desde janeiro, o atleta já machucou o dedão do pé, a panturrilha direita, a coxa esquerda, contraiu conjuntivite e gripe, discutiu com vizinho de condomínio e deixou o gramado com expressão de choro em mais de uma oportunidade.

A presença de Leandro em uma festa da torcida Independente, do São Paulo, no último sábado, porém, não é motivo de restrição pelo departamento médico, afinal a lombalgia não impõe repouso absoluto. De acordo com o médico Paulo Rabaldo, as dores na região lombar podem ter contribuído para algumas das lesões do jogador, pois a fisioterapia e a falta de ritmo não o deixam no nível de condicionamento físico necessário.

— Além disso, ele passou uma longa temporada no Japão, onde não era tão exigido — explica o médico. — Aqui no departamento médico, Leandro é educado, chega no horário e colabora com as atividades.

Mesmo assim, o presidente Duda Kroeff lamentou a contratação do jogador. Para o dirigente, o atleta não mostrou o seu futebol com a camisa do Grêmio, exceto em jogos como o Gre-Nal 380 do Gauchão:

— Não tenha dúvida que me arrependi. Esperava muito mais dele.

A TRAJETÓRIA DE LEANDRO NO GRÊMIO

Com base nas principais notícias desde as primeiras sondagens ao meia-atacante, o clicEsportes compilou uma cronologia do jogador no Grêmio:


11 de Agosto de 2009: "Um tiro certo", diz Autuori

Em agosto do ano passado, o então técnico Paulo Autuori admitiu a negociação com Leandro, embora faltasse a liberação pelo Verdy Tokyo, do Japão.

— Concretizando sua vinda, será um tiro certo. É um jogador que trabalha muito bem em equipe, faz gol, tem velocidade, espero que se concretize.


23 de dez
embro de 2009: o desembarque

Leandro desembarcou em Porto Alegre naquela quarta-feira, mas não assinou logo o contrato. Faltava um documento da Federação Japonesa, que impediu a apresentação oficial do jogador. A diretoria garantiu que tudo se resolveria em 48 horas.


5 de janeiro de 2010: apresentação

Sonho antigo do Grêmio, o jogador que participou das conquistas de 2006 e 2007 do São Paulo foi apresentado oficialmente pelo Tricolor. Com ele, chegaram ainda Borges e William.


22 de fevereiro: Leandro não estava lá

O jogador do Grêmio Leandro admitiu a realização de uma festa no seu apartamento na madrugada da última segunda-feira, quando o zagueiro do Inter Índio sofreu um corte profundo no braço e precisou ser operado. O atleta, porém, negou que estivesse no local.


23 de fevereiro: conjuntivite

Devido a uma conjuntivite, Leandro não treinou na preparação para a final da Taça Fernando Carvalho, o primeiro turno do Gauchão. Quando voltou às atividades, três dias depois, o jogador declarou:

— Estou confiante de que essa partida vai marcar a minha volta definitiva ao time e espero que nenhum outro problema médico me tire da equipe.

Anônimo disse...

26 de fevereiro: lesão na panturrilha esquerda

No dia em que se recuperou da conjuntivite, Leandro sofreu mais um abalo. Sob comando de Silas, alguns atletas realizavam treino de chutes a gol no gramado suplementar. Em uma finalização, o meia-atacante sentiu a panturrilha esquerda e caiu no gramado. A lesão muscular tirou o atleta da decisão do primeiro turno da competição estadual.


25 de abril e 2 de maio: Gre-Nais 380 e 381

Um dos melhores momentos de Leandro no Grêmio foi a reta final da conquista do Gauchão deste ano. Ele começou como titular de Silas nas duas decisões contra o Inter, no Beira-Rio (vitória de 2 a 0) e no Olímpico (derrota por 1 a 0). No primeiro jogo, o meia-atacante mostrou muita disposição e garra. Foi substituído por Rochemback no segundo tempo, para conter o ímpeto colorado. Depois, no Olímpico, foi sacado no intervalo por lesão.


14 de julho: distensão na coxa direita

No primeiro jogo depois do trabalho especial de recuperação física durante a intertemporada, Leandro se lesionou novamente. Desta vez, uma distensão na coxa direita no primeiro tempo contra o Vitória, no Olímpico.


3 de agosto: fora da Sul-Americana

Apesar de ter recuperado a coxa,Leandro ficou fora da lista da primeira fase da Sul-Americana. O jogador dependia de melhor condição física para voltar a atuar.


10 de setembro: dores nas costas

Na sexta-feira, Leandro sentiu dores nas costas e desfalcou o Grêmio contra o Corinthians e o Palmeiras em uma viagem de nove dias.

— Ele sentiu uma dor nas costas, que acabou descendo até a perna, na coxa. Vamos reavaliar nesta quarta. A expectativa é que ele volte a treinar na quinta — explicou o médico.


5 de outubro: Leandro volta a ser relacionado

Leandro voltou a ser relacionado pelo Grêmio depois de quase um mês, para o confronto com o Prudente. O meia-atacante havia entrado no segundo tempo da partida contra o Atlético-GO, no dia 8 de setembro, no Olímpico, e depois parou para tratar dores nas costas. No último sábado, jogou pelo time B contra o Porto Alegre, pela Copa Ênio Costamilan.


18 de outubro: discussão com vizinho de condomínio

Leandro foi multado em 20% de seu salário de R$ 250 mil mensais por uma confusão em que se envolveu na madrugada de segunda-feira. Em seu condomínio, na zona norte da capital, o jogador discutiu com um vizinho. O síndico Régis Napoleão diz que o atleta quebrou uma placa de acrílico e, com ela, ameaçou os seguranças.

— Ouvi uma gritaria e saí para ver o que se passava. Leandro disse "não sou homem se não te matar" e deu uma voadora na porta de minha casa. Antes, havia dado outra voadora na porta de vidro de seu próprio prédio — afirmou o síndico.

O jogador confessou reagir de forma exagerada, mas negou qualquer tipo de violência ou agressão.


25 de outubro: gripe

Leandro ficou de fora do coletivo entre reservas devido a uma gripe. No dia seguinte, também não treinou e não entrou na relação dos jogadores que viajaram ao Rio de Janeiro e a Goiânia, para enfrentar Fluminense e Goiás.


27 de novembro: festa de torcida do São Paulo

Leandro foi homenageado por torcedores do São Paulo, no sábado, no Clube de Regatas do Tietê. Em vídeo divulgado na internet, o jogador, com microfone em punho, puxou coro da torcida, que gritava o seu nome. Em tratamento da lombalgia, ele não estava relacionado para o jogo em que o Tricolor derrotou o Guarani um dia depois, em Campinas.

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?section=Esportes&newsID=a3124897.xml

Anônimo disse...

PQP, ele ainda continua no Gremio, mas esta afastado! Sera q o salario eh o mesmo?

Anônimo disse...

02/02/2011
Afastado no Grêmio, meia-atacante
Leandro interessa ao Vasco

Equipe gaúcha facilitaria saída do jogador, de 30 anos. Alto salário pode complicar a negociação


De olho em peças para reforçar seu elenco para tentar iniciar uma reação no Campeonato Carioca, a diretoria do Vasco tem interesse em contar com o meia-atacante Leandro, que atualmente defende o Grêmio e no Rio já jogou no Fluminense. Os gaúchos têm vontade de negociar o atleta, de 30 anos, e já teriam deixado tudo praticamente acertado. Os vascaínos, no entanto, querem consultar a opinião do novo técnico Ricardo Gomes sobre o assunto.

A parte mais complicada, e que ainda não teve início, é a negociação com o próprio jogador. Difícil porque ele recebe um alto salário no Grêmio. Sua inatividade, entretanto, pode ajudar os dirigentes vascaínos na tentativa de convencê-lo.

Leandro está afastado do elenco principal do Grêmio desde antes do último jogo do Brasileiro do ano passado. No dia 10 de janeiro de 2011 ele se reapresentou ao time gaúcho mas não teve a liberação para treinar no Olímpico. Desde então está fazendo um trabalho físico em um CT gremista em Eldorado do Sul, município vizinho a Porto Alegre.

http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2011/02/afastado-no-gremio-meia-atacante-leandro-interessa-ao-vasco.html

araken medeiros disse...

FDP JOGADOR FIM DE CARREIRA NUNCA JOGOU BEM COM GRANDES ELENCOS IMARGINA COM O ELENCO QUE O GREMIO TINHA A DIRETORIA SÓ PODIA ESTÁ LOUCA,EU SÁBIA QUE SE TRATAVA DE UM JOGADOR EM FIM DE CARREIRA,O GREMIO TEM QUE TRAZER JOGADORES DIFERENCIADOS NÃO DESE TIPO.

Anônimo disse...

mercenario, cheirador, bebado desgraçado

M. disse...

PENA QUE NINGUÉM NUNCA "AMACIOU" O BRIM DESSE BAMBI!! MARGINAL, EMBUSTEIRO E CHORÃO!!O TRICOLOR DEVERIA TÊ-LO ACIONADO NA JUSTIÇA!! COMO TEM DIRIGENTE OTÁRIO...

Anônimo disse...

Esse cara não jogou no Grêmio, só sugou grana, até pode ser ruim mas esse é o maior salafrário que já vi por aqui.

Anônimo disse...

O Grêmio namorou demais erra contratação... 2 anos seguidos..

caiu na web cantando musiquinha com a torcida do são paulo...

mal carater, irresponsável, deveria ser processado por propaganda enganosa..

Anônimo disse...

Irresponsável..
Mal caráter..
Se ferrou no Vasco.. ex-jogador em atividade..

Don Daniel disse...

O Vasco devolveu esta naba. Não vale nada....

heraldo disse...

nunca e em lugar nenhum jogou bola, só marketing, corria feito uma barata tonta, e de vez enquanto fazia um gol, no GREMIO fez um contra o pelotas, se não me engano, e só, sempre que cogitavam sua vinda eu torcia para que não viesse, é muito ruim.

Anônimo disse...

Mal carater.
Troxa.

Augusto Borges disse...

Muito ruim jogador esse merda. Devia jogar no River Plate de Sergipe.

Alexandre Bertaiolli disse...

Cachaça

Anônimo disse...

um dos maiores enganadores da historia do futebol ou simplesmente um otario com sorte

Anônimo disse...

esse bosta chegou no Corinthians, em 2001, se dizendo torcedor do clube desde pequeno. Quando foi pros bambis, falou que vivia nos jogos do São Paulo, no Morumbi. Dai ja se ve o carater do cidadão