quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Dudu


8 comentários:

Silvio disse...

Que uvinha!!!S

Anônimo disse...

Dizem que espancava a sogra heheeh

Anônimo disse...

Muito rápido e não tinha medo de ir pra cima da defesa adversária.

Anônimo disse...

Esse não era jogador de futebol, era competidor de triatlo...corre, pedala e nada...um parto para fazer gol. Era um "quase bom".

Anônimo disse...

um dos piores que vi no Grêmio. levou um ano inteiro pra jogar um jogo bem, que foi o GreNal. e foi só.

agora tá enganando no Palmeiras.

Anônimo disse...

Ótimo jogador. Homem de lado de campo, muito rápido e driblador, sempre encarava os defensores. Cavou muitas faltas e participou de muitas jogadas de gols do Grêmio. Deixou muita saudade e hoje tá jogando muito bem no Palmeiras. Ele é infinitamente melhor que o marcha lenta do Luan, que se arrasta em campo.

Anônimo disse...

Anônimo Anônimo disse...
Ótimo jogador. Homem de lado de campo, muito rápido e driblador, sempre encarava os defensores. Cavou muitas faltas e participou de muitas jogadas de gols do Grêmio. Deixou muita saudade e hoje tá jogando muito bem no Palmeiras. Ele é infinitamente melhor que o marcha lenta do Luan, que se arrasta em campo.

10 de março de 2016 09:22



MELHOR QUE O LUAN???? KKKKKK....ESSE ABOBADO MERECE MAIS 15 ANOS SEM GANHAR NADA.
ESSA GERAÇÃO BATALHA DOS AFLITOS É DOSE!!!!!
ESSE DUDU NÃO SABE CORRER E PENSAR AO MESMO TEMPO.

Anônimo disse...

Ficou famoso pelo apelido de "Siri na Lata" que o comentarista Guerrinha aplicou nele.

Com razão, jogador que ciscava muito, mas pouco produzia. Era sempre um dos mais participativos em campo, mas fez poucos gols e deu poucas assistências.

No ano seguinte foi ao Palmeiras, como coadjuvante num elenco recheado de bons valores, foi campeão brasileiro. Um jogador apenas útil para determinadas situações.