terça-feira, 30 de junho de 2009

Dener

27 comentários:

Anônimo disse...

esse jogava muito!!!!


craque!! pena q morreu cedo...

Anônimo disse...

Eu vi Dener (*02/04/1971 +18/04/1994)




No início da temporada de 1993, Fábio Koff numa manobra ousada, típica só mesmo de Fábio Koff, anunciou uma contratação de risco para a disputa do Gauchão e da Copa do Brasil daquele ano. Procurei alguém do futebol brasileiro atual para estabelecer uma comparação nos dias de hoje do que foi o impacto da contratação de Dener por três meses naquele ano, mas não há.

Dener sozinho destruiu com o Grêmio na final da Taça São Paulo de Juniores em 1991 e no mesmo ano já estava jogando contra a Argentina pela Seleção principal. Nos dias de hoje uma contratação dessas se torna impossível, não só pelo fato da ausência de um Koff na cadeira de presidente, mas também porque um Dener hoje já estaria contratado pela Europa antes de terminar a Taça São Paulo.

Depois que Dener se adaptou ao futebol gaúcho, qualquer um poderia se adaptar. Aquele neguinho já causava raiva nos zagueiros quando entrava em campo, estava fadado a ser quebrado ao meio no seu primeiro jogo no Gauchão. Que nada, liso é pouco para definir, quando o marcador ia com sede para a dividida já tinha levado uma janelinha e o guri já estava em outra jurisdição. Foi assim contra o Santanense ou contra o Flamengo naqueles três meses que não voltam mais.

Com ele, levamos o Gauchão daquele ano e só perdemos a Copa do Brasil na final pela infelicidade do nosso goleiro no gramado molhado do Mineirão. “Levei muitos socos e pontapés, mas acho que aprendi a jogar no Rio Grande. Estou plenamente adaptado ao frio, ao vento e ao barro dos campos do Sul” declarou á revista Placar.

Mas não deu tempo do Dener se tornar um dos maiores jogadores do futebol brasileiro. Ao invés de conquistas e premiações, o destino tinha outros planos. Nesta sexta se completará 14 anos que, no trajeto de volta da reunião que tratava de sua transferência para a Alemanha seu Mitsubishi dirigido por um amigo, chocou-se contra uma árvore no Rio de Janeiro.

Me sinto presenteado por ter visto Dener jogar pelo Grêmio. Só os torcedores de Grêmio, Vasco e Portuguesa sabem o que é isso. Muitos podem ter aquela habilidade, mas não com aquela audácia e criatividade. A mesma audácia e criatividade que Fábio Koff teve com um telefone na mão. A mesma inspiração que a gurizada deveria buscar em Dener nos dias de hoje, nossos dirigentes deveriam buscar em Fábio Koff.

17/04/08 por cristian bonatto

http://colunas.globoesporte.com/cristianbonatto/

Anônimo disse...

Parece meio velho pra ser esse Dener.. se bem q a camisa eh dessa epoca mesmo, eu acho.

Adriano Snel disse...

Bigodinho de carroceiro. Mas jogava muita bola. RIP Denner!

Anônimo disse...

Jogava muito, poderia ter se tornado um dos melhores do mundo, destino sacana, morreu em um acvidente e por causa do cinto, que ironia. O "maradona" dos pampas!!! Saudades...

Breno disse...

Esse cara ia jogar muita bola, tenha certeza disso

araken medeiros disse...

NAO CHEGUEI A VER DENER JOGAR NEM PELA TALEVISAO COM A CAMISA DO GREMIO FICO TRISTE. MAS AINDA OUVI EM UM RAIDINHO A PILHA AUGUNS JOGOS NA COPA DO BRASIL EM QUE PERDEMOS PARA O CRUZEIRO,JOGOU MUITO,GRANDE DENER SEI QUE PERTO DE DEUS ESTÁ TORCENDO PELOS CLUBES QUE TEVE A SATISFAÇAO DE TELO UM DIA.

Anônimo disse...

Dadinho é o caralho... meu nome é DENNER, Porra!!

Jogava muita bola!

Anônimo disse...

dener eterno!

Artur W. disse...

Este era GÊNIO.
Comparável talvez e somente com Ronaldinho.

Anônimo disse...

unici titulo na carreira,foi no GREMIO!titulo como profissional,era muita bola.

Karkas disse...

O guri tinha uma grande técnica. Robinho, Neymar e essas maricas firulentas de hoje em dia nem se comparam. É meio impossível adivinhar, mas acho que seria melhor do que foi o Ronaldinho. Sempre me lembro daquele gol que ele fez contra o Santos, quando ainda jogava na Portuguesa.

Thiago de Araujo disse...

Esse botava Neymar, Robinho e qualquer outro no bolso. Para mim, um dos melhores jogadores de todos os tempos.

Fernando disse...

Com certeza foi melhor que Robinho e Neymar. Poderia ter chegado aonde Ronaldinho chegou. Isso nunca vamos saber.

Lembro dele humilhando uma zaga inteira, acho que do Lageadense, no Olímpico. Ele deu, sem exagero, no mínimo umas 6 janelinhas nesse jogo. Fora os dribles de corpo à la Garrincha, que derrubava os adversários. Foi o primeiro grande craque que assisti pessoalmente.


Chorei quando ele morreu em 94. Era um jogador que jogava para o time, nunca para si. Não fazia firulas. Eram dribles objetivos, sempre em direção ao gol. Além de ser um passador e lançador genial.

Que falta você faz Dener!!!

Rafael disse...

Simplesmente foi o melhor jogador que tive o privilégio de ver jogar com o Manto Tricolor. Me lembro até hoje da manchete no jornal: "Dener assina com o Grêmio." Pensava que estava sonhando!!! FANTÁSTICO!!

Anônimo disse...

Aparece até hoje nas TVs ele deixando o Claudiomiro sentado,quando ele jogava no Grêmio Santanense...hehehehehe

Anônimo disse...

Por que o Grêmio é Imortal? Porque o destino quis que o Grêmio importalizasse o Dener, dando a ele o único título da sua curta carreira.

Glenio disse...

Só uma correção ao texto do colega...o Denner não estava indo para a Alemanha, mas para o Vasco onde não chegou a jogar.....quando o carro bateu, ele e o amigo estavam vindo de São Paulo. Pelo que me lembro, a Portuguesa nunca recebeu a grana do Vasco e a família não recebeu nada de seguro.

Para mim ia ser um Pelé, muito mais que um ronaldinho merreca.

Anônimo disse...

genio.......um dos maiores crques que vestiram a camisa do imortal

Anônimo disse...

esse menino foi um gênio, nunca vi nada igual. Lembro de um jogo em uruguaiana que os zagueiros prometeram ele, ele entro em campo, e simplesmente destruio, um craque, na epoca chamavam ele de "novo pele" ou garrincha, e poderia ter sido até melhor que pelé ou maradona. Na lusa jogou como ninguem, passes curtos precisos, uma explosão, e dribles magicos, usava o corpo como niguem, nos tempos de hoje, nao o podemos comparar com ninguem. Maradona o viu jogar e foi o cumprimentar pela atuação geniosa contra o newels old boys. Pena que teve um fim trágico, talvez o MAIOR craque que ja passou pelo gremio.

Richard dos Santos Souza disse...

Um jogador emprestado pelo Vasco ao Grêmio depois de jogar anos e anos pela Portuguesa acabou parando em Poa.Mas a sua trajetória dele e a lembrança ñ são tão boas assim depois de jogar anos no Grêmio seu vínculo acabou se encerrando como era emprestado acabou voltando para o Vasco. Já fazem 14 anos q Denner morreu enforcado em um acidente de carro no seu Mitsubishi Eclipse q era dirigido por um amigo q falta faz um jogador assim.

Anônimo disse...

UM CRAQUE, digno de usar a 10 do manto sagrado...VI ESSA FERA JOGAR, fazia jogadas que nem o NEYMAR SONHANDO CONSEGUE...É uma pena o topeira do PARREIRA NAO TER CONVOCADO ELE EM 94 APESAR DO CLAMOR POPULAR...

Anônimo disse...

meu velho, o parreira convocou ele para as elinatórias, e ele simplesmente destrui, se não me engano jogava com a 10. Mas infelizmente ele morreu antes da copa do mundo. O brasil foi campeão naquele ano, mas com dener em campo seria campeão mais fácil com certeza. Dener, romario, bebeto, raí.... Mas dener esta em outro patamar. Pra mim foi um dos melhores de todos os tempos.

heraldo disse...

Não sei se existe um trapo dele, se não tiver, seria muito interessante, pois seu unico titulo foi no GREMIO.

Anônimo disse...

Eu vi este cara chegando em Porto Alegre no Aeroporto Internacional Salgado Filho,entrou no saguão carregado nos ombros de alguns torcedores,foi uma festa de boas vindas,uma imagem que chamais esquecerei....

brambilla disse...

Vi ele contra o Cruzeiro num dia de chuva, final da copa do brasil q o gremio perdeu com um frango do eduardo hoiser

Alfa Romeu disse...

Dener drible olé uma mistura de garrincha com pelé eu o vi jogar em um jogo no pacaembu corinthians vs portuguesa em que o corinthians ganhou de 2 a 0 nesse jogo dener nao jogou bem e nao estava tao inspirado mas o que pagou meu ingresso nao foi a vitoria do corinthians por eu ser corinthiano e sim foi uma jogada genial de dener no meio de campo em cima do wilson mano dener gingou tres vezes com o corpo sem tocar na bola deixando wilson mano caido de joelhos no chao na minha humilde opiniao o maior jogador que vi jogar na decada de 90 so perdendo para maradona isso porque encerrou a carreira tragicamente muito cedo .