terça-feira, 30 de junho de 2009

Garcés

Pistoleiro panamenho

14 comentários:

Anônimo disse...

pistoleiro? hehehe

Anônimo disse...

Este fugiu de Portugal...não é pistoleiro...é vigarista.

Anônimo disse...

Esse cara não estava em condicional qdo veio pro gremio?

Giii disse...

esse tinha que estar no Blog treinei no Grêmio, porque não chegou a jogar, ele era amigo do Baloy e deu facada numa mulher, e tava em condicional sim ;D

WIll Kyer Laz disse...

Jack Estrupador e tem quem passa um pano, nesses pilantras.

Anônimo disse...

comédia do século, trouxemos um presidiário.



ps: único jogador de toca

Anônimo disse...

esse cara nao me lembro dele te jogado no gremiooo nunca ouvi fala nesse jogador sei la pra mim deve se mais um perna de pau pistoleiro essa foi boa kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!

Guilherme disse...

Ele não chegou a jogar em jogos oficiais. Veio por indicação do Baloy ( aí vcs imaginam a qualidade do futebol do cara).
Iniciou jogando um amistoso na pré-temporada e na primeira jogada pisou na bola e caiu sentado no gramado, além de apresentar dificuldades em conduzir a bola.
Baita jogador. ¬¬

Plínio disse...

Era bandido.

Anônimo disse...

Centroavante matador, kkkk...

Anônimo disse...

legitimo atacante matador.....horrivel

Anônimo disse...

Contratado e com o apelido de “El Pistolero“, Garcez nem jogou no Olímpico apesar de ter feito toda a pré-temporada em Bento Gonçalves.”Me entusiasmei ao ver algumas fitas com jogos do Garcés”, disse o então Vice-Presidente de Futebol Saul Berdichvski. O que ele não sabia é que Garcés havia passado sete meses na prisão. Quando estava para vir ao Brasil, Garcés havia dito “minha vida de pistoleiro ficou para trás, é muito triste e dolorosa”.

‘Surpresa’ com as informações sobre o passado do atleta, a diretoria do Grêmio aos poucos tirou ele dos planos. Antes de abril, Garcés foi liberado para retornar ao San Francisco, time do Panamá.

Anônimo disse...

Foi baleado em 2011 e preso. Garcés estava em um táxi quando levou voz de prisão graças a um mandado expedido em 11 de março de 2011. Ele e seu irmão Marvin reagiram com tiros e Garcés levou dois tiros.